Portal do Governo Brasileiro

Notícias do PAC

Assinar RSS O que é RSS?

Governo amplia limites de faixa de renda do Minha Casa Minha Vida

05 de Abril de 2016

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valdir Simão, participou, nesta quarta-feira (30), de cerimônia em que a presidente da República, Dilma Rousseff, anunciou a ampliação dos limites de faixa de renda do Minha Casa Minha Vida (MCMV). Entre as principais mudanças anunciadas, estão a criação da Faixa 1,5 para famílias que ganham até R$ 2.350 e do Portal MCMV, onde o beneficiário poderá consultar a lista de selecionados em sua cidade e o volume de recursos aplicados.

       Foto: Gleice Mere/ Ministério do Planejamento

A Faixa 1,5 contará com recursos do FGTS e do Orçamento Geral da União e ampliará os subsídios do MCMV para as famílias com renda de até R$ 2.350,00. Essas famílias serão contempladas com subsídio de até R$ 45 mil e teto do valor de imóvel até R$ 135 mil. Os beneficiários da Faixa 1,5 tomarão financiamentos similares aos da Faixa 2 do Programa, porém com taxas de 5%, além do subsídio maior, no entanto, assim como os beneficiários da Faixa 1, para serem contemplados, passarão pelo processo de sorteio/seleção por meio do Sistema Nacional de Cadastro Habitacional (SNCH), que integrará o novo Portal do Programa.

 
O governo federal também anunciou novos valores máximos para as unidades, sendo que o maior valor de unidade para a modalidade Faixa 1 (para beneficiários com renda familiar de até R$ 1.800) passará de R$ 76 mil para R$ 96 mil. A meta definida para as contratações do Programa, até 2018, é de 2 milhões de unidades, 480 mil delas já em 2016. 
 
Números do MCMV
 
Lançado há sete anos, o Programa Minha Casa Minha Vida alcançou a marca de 4,2 milhões de unidades contratadas, sendo que 2,6 milhões destas já foram entregues, com aproximadamente 10,4 milhões de pessoas já morando em suas próprias casas, distribuídas em 96% dos municípios brasileiros, ou 5.330 cidades.